Páginas

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Desbravar





Planejando minhas férias não resisti em escrever um post sobre viajar e já deixar registrado aqui algumas dicas valiosas. 


Viajar é uma das coisas que eu mais amo no mundo, aliás, por amar todas as possibilidades que este mundão de meu Deus proporciona é que eu não me canso de colocar o pé na estrada. 


Conhecer pessoas, lugares, deslumbrar paisagens, respirar diferentes ares e desfrutar de sabores inigualáveis são apenas alguns dos benefícios que só colocando a mochila nas costas e saindo por aí você pode vivenciar. Mas, além de tudo isso, uma das coisas que eu mais aprecio nesta aventura é a possibilidade de se reinventar. Sim, você pode ser quem você quiser. Ninguém te conhece (a não ser que você seja uma amiga minha chamada Priscila! rs). 


Ter nas mãos a chance se ser quem quiser faz você ter vontade de ser o melhor possível. O desafio de conquistar este novo espaço te leva a colocar em ação a melhor versão de si mesmo. Além de te encorajar a viver coisas que talvez o medo, a pressão ou o 'amanhã' no seu lar não te permitiria. Lógico que aqui ou em qualquer lugar você precisa tomar cuidado e se preservar... Mas, a ousadia neste caso ganha sinal verde, afinal, é um dos ingredientes necessários para viver grandes histórias!


Aqui vai uma listinha de coisas essenciais:


Passagens


- Pesquise em vários sites e compre com antecedência. Geralmente pela internet é mais barato.


- Faça uma simulação para ver o meio de transporte mais rápido e barato. Todo mundo pensa que ir de um país a outro de trem na Europa é uma boa, mas, às vezes, o tempo gasto faz com que o barato saia caro.


Grana


- É sempre bom ver a cotação do câmbio no seu país e onde irá ficar. Por exemplo, vale muito mais a pena comprar pesos com real na Argentina do que no Brasil.


- Um meio seguro de levar dinheiro é através do Visa Travel Money. Os valores das taxas são baixos e você não correrá o risco de andar com um montante muito alto nas mãos.



Onde ficar


- Eu prefiro me hospedar em hostels (alberques) porque adoro fazer amizades com pessoas de vários países. Sempre fico nos estabelecimentos mais cotados por segurança. Este site aqui é ótimo pra isso. 



Mala


- Jamais leve algo de valor, infelizmente existem muitas pessoas safadas por aí que podem pegar seus pertences.


- Plastifique sua bagagem no aeroporto. Antes eu pensava que isso era besteira, mas além de preservar a mala também evita roubos.


- Leve roupas para todos os tipos de estações. Em Paris, eu peguei frio, chuva, sol e até tempestade de areia em um único dia rs


- Compre um adaptador universal de tomadas. Senão corre o risco de ficar sem bateria nos seus aparelhos.


- Sempre coloque cadeado em cada zíper e de preferência com senha para não ter que se preocupar com chaves.


- Se você pretende se jogar nas compras, leve poucas peças para voltar com a mala cheia. Assim evita pagar excesso de bagagem. Na próxima vez que eu for para Europa pretendo ir apenas com a roupa do corpo rs


Locomoção


- Aquela imagem de turista com o mapa na mão é real. Leve o seu pra onde for. 


- Sou contra táxi. Pesquise como andar de metrô e ônibus e se permita descobrir lugares que não estavam no roteiro. Pra quem anda em São Paulo não sentirá quase nenhuma dificuldade.


- Caso se perca, não se desespere. Pare e pergunte! Em cidades turísticas eles entendem até mimicas rs


Pontos turísticos


- Pesquise na internet sobre o país e liste suas prioridades.


- Converse com amigos e peça dicas de lugares para comer, fazer compras e visitar.


- Tente se organizar para fazer o essencial, mas deixe um espaço para surpresas. Você está lá para relaxar e se divertir e não para bater metas rs


- Se faltar visitar algum lugar, relaxe! Dificilmente você conseguirá ver tudo na primeira vez. 

Compras e Free Shop


- Pesquise antes para não passar raiva e ficar frustrado. Na Argentina, por exemplo, a inflação está tão alta que você se sente comprando em um shopping no Brasil.


- Tem gente que viaja só para poder ir no Free Shop rs. Pesquise os preços no aeroporto do Brasil e depois compare com os de outros países. Se compensar comprar aqui, você pode pegar na volta.

- Verifique se a loja tem tax refund ou tax free. Assim você poderá recuperar o valor pago de impostos lá fora e geralmente dá uma graninha.


Bom, acho que é isso!!! Comente aqui embaixo suas experiências e compartilhe suas dicas :)

"Às vezes faço planos, às vezes quero ir pra algum país distante, voltar a ser feliz" (Renato Russo)



  

5 comentários:

  1. Dai ADOREI................... Isso mesmo fazer amigos, conhecer lugares e se jogar nesse mundão!
    "OUSADIA E ALEGRIA" como diz Neymar, idolo da nação alvi-negra.

    ResponderExcluir
  2. Dai, adorei. Viajar realmente é sempre muito bom!
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto e, pelo que li, vc já está expert no tema "viagens". Dicas bem completas. Porém, no ítem "andar de táxi", também sou contra, masss.... Em Londres, é imperdível dar uma volta naqueles táxis pretos, que vemos nos filmes... nem que seja por apenas um quarteirão!!! Beijokas! Ah, e obrigada pela dedicatória!

    Cleide Cavalcante

    ResponderExcluir
  4. Muito boas as dicas! Adorei. Vc já tá "viajadeira" profissa, rsrs... isso aí. Os mapas, essenciais! Albergues: semmmpre! Só embalar a mala no plástico... rs nunca fiz isso. Vale pra quem tiver uma graninha sobrando, pq não é tao barato! beijosssssssssssss

    Lydia Minhoto Cintra

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post e deixo aqui uma frase: tem muito mundo no mundo, não quero ficar só aqui ;) precisamos viajar mais juntas!!!!

    Gabriela Stripoli

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...