Páginas

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Quem sou eu


Quando eu era adolescente criticava meu irmão por ele ser de um jeito em casa e outro na rua. Eu batia no peito afirmando que era sempre a mesma Daiane em qualquer lugar. Um dia, minha mãe me disse que as pessoas mudam de acordo com o ambiente e isso não era errado. Hoje, concordo plenamente com ela. 

Então, quem sou eu? Depende, quem é você? Porque cada um tem a Daiane que merece! É claro que algumas características são constantes e a história que comecei a escrever há 25 anos faz de mim quem eu sou agora. Mas, não acredito em exatidão, apesar de amar matemática. Eu acho que todo mundo tem um pouco de tudo e tudo muda constantemente. Afinal, 'é impossível pisar no mesmo rio duas vezes', já dizia Heráclito, e mesmo sabendo disso devo confessar que tenho dificuldades em me habituar às mudanças, tantos às minhas, quanto as dos outros, às da vida...

Escrevo em diários desde os 9 anos, quando ganhei meu primeiro 'querido amigo' do meu tio. E sempre fico imaginando o que sentirei quando ler minhas histórias no futuro.

Uma vez na escola um menino me falou: 'Cuidado, gente intrometida morre cedo'. Acho que foi uma ameaça, que eu usei como pretexto para me tornar jornalista. Agora tenho aval para ser enxerida.

Meu senso de justiça já me fez apanhar de meninos na escola. Dei aulas de matemática para alunos da 6ª série quando eu estava no colegial e era professora das crianças do meu prédio quando eu tinha 10 anos. 

As pessoas costumam dizer que eu não converso, entrevisto! E, não tenho medo de fazer aquelas perguntas que todo mundo tem vergonha só de imaginar rs. Isso já até virou um jargão, 'daianada' rs. Sempre gostei de ouvir as histórias das pessoas, por isso amo ler biografias.

Quando eu era criança confundia sonho com realidade e isso não mudou. Às vezes acontece! Alguém uma vez me disse que roxo é uma cor mórbida, mas isso não fez com que deixasse de ser minha cor favorita. 

A coisa mais prazerosa que já li foi a narrativa do primeiro beijo entre Bentinho e a Capitu em Dom Casmurro, de Machado de Assis. Meu recorde em leitura foi devorar 300 páginas de Eclipse, da Stephenie Meyer, em um dia. 

Resumindo, sou corintiana fiel, adoro viajar, gosto da textura do salmão crú na boca, moraria na Inglaterra e casaria com o Kaká. Quero assistir a um clássico no Pacaembu, cobrir uma Copa do Mundo e escrever um livro.  

Minha palavra preferida em inglês é true e em latim, Mirabilis. Me acabo com arroz, feijão da minha avó e batata frita. Meu pai tem o melhor cheiro do mundo. Quando minha mãe canta 'minha música' sinto vontade de chorar. Meu irmão é meu melhor amigo. O Shelby, meu bebê.

Meus amigos são meus tesouros. Meus primos, meus irmãos. Também tenho vários pais e mães, que eu chamo de tios tias

Ouvir Understand, da Joss Stone, me faz sentir em Londres. Eu amo tomar chuva. Eu não gosto de tatuagem, mas se fosse fazer uma seria o 'M' de Maria, nome da minha avó e talvez uma fórmula nas costas. 

Melhor eu nem começar agora a falar dos meus defeitos... Ansiosa, teimosa, mimada, egoísta, perfeccionista... Porque aí o post corre o risco de virar um livro rs 

Eu sou um pouco de cada pessoa que já passou pela minha vida. A convivência faz a gente absorver jeitos, gostos, gestos... Descobri várias versões de mim e confesso que sinto falta de algumas...




6 comentários:

  1. rs...
    Adorei...

    Se algum dia alguém perguntar novamente "hummm, quem é essa Dai", já posso encaminhar o link.

    Quando eu era pequeno confundia pesadelos com realidade.

    Ah..
    E adorei muito isso:
    "Meu pai tem o melhor cheiro do mundo"

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Dois trechos me fizeram rir muito:

    'Cada um tem a Daiane que merece!' e 'Minha mãe me disse'

    HAUAHAUAHAUHAUA

    Qual será a Dai que mereço? rsrs

    Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Lindoooo..... "meus amigos são meu tesouro".....vc tbm é o meu.

    mas a minha parte preferida: "todo mundo tem um pouco de tudo...."

    só não concordei com uma coisa seus defeitos não dariam um livro, dariam no máximo um capitulo e bem pequeno..... e seus defeitos fazem parte de quem vc é.

    mas fiquei comuma duvida....qualDai q eu mereço???? Já que conheço todas......rs

    Beijos amiga...amo vc !!!! Classe A sempre

    ResponderExcluir
  4. Gostei do texto...

    Bacana!

    Força aí ^^

    ResponderExcluir
  5. Amiga, sabe quem é vc??? É a Dai de sempre, é aquela menina meiga e curiosa que conheci em 2004, é aquela que sempre me compreendeu, mesmo eu estando rindo ou chorando, é aquela que nos momentos mais difíceis da minha vida (vc sabe qual) estava ao meu lado me dando a maior força, é aquela que mesmo que eu não veja por meses é sempre lembrada em meu coração.... é aquela que me fez chorar horrores só de ler uma carta antiga, é aquela que sempre fará parte de minha vida até ficarmos mais velhas e mais chatas, rsrsrs.... Te amo Dai....

    Thamy Sanae!

    ResponderExcluir
  6. DAiiii,
    amei suas palavrass, elas são sensíveis a vida e isso é MARAVILHOSO!!!

    Te adoro de montão :D

    Grande Beijo
    Aricia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...